SURGE A UNIÃO ESPÍRITA CEARENSE

CRONOLOGIA ILUSTRADA DO GEAP

1951 - 1959

1951
No dia 1º de janeiro era inaugurado o prédio da Casa de Saúde e Ambulatório Psiquiátrico Antônio de Pádua sendo José Ferreira Mota seu Presidente.

No dia 31 de março Milton Borges é reeleito pela 3ª vez para a direção da Mocidade Espírita Cearense, Orlando Borges é seu tesoureiro.
Milton Borges                                       Orlando Borges
No dia 28 de julho são aprovados os estatutos da Casa de Saúde Antônio de Pádua.

A União Espírita Cearense é fundada no dia 05 de agosto como consequência da passagem da Caravana da Fraternidade liderada por Leopoldo Machado. José Borges dos Santos é aclamado o primeiro presidente da UEC para uma gestão provisória até o dia 31 de dezembro do mesmo ano. Celso de Freitas presidente da Federação Espírita Cearense é o vice, extinguindo-se a Federação e a Confederação.
José Borges e Celso de Freitas
No dia 12 de agosto o Jornal Ceará Espírita torna-se o órgão oficial de divulgação da UEC.

Dia 3 de setembro circula o jornal Ceará Espírita como órgão oficial.

Em outubro Pietro Ubaldi em visita a Fortaleza e acompanhado de Divaldo Pereira Franco, faz uma visita a União Espírita Cearense e é homenageado pelas crianças do catecismo, Pietro também faz uma visita a Casa de Saúde Antônio de Pádua.
Sentados (E/D) Divaldo Franco, Alberico Lage, José Ferreira Mota, Pietro Ubaldi,
Clóvis Tavares, Orlando Barros. Em pé (E/D) Gen. Leite, duas auxiliares de enfermagem,
Maria Alencar, Dr. Otoni Soares, Honor Torres, Walmik de Albuquerque.


Clóvis Nunes e Pietro Ubaldi

Pietro de Alleori Ubaldi
Nasceu em 18 de agosto de 1886, na cidade de Foligno, na Província de Perugia (Capital da Úmbria), distante 18 km de Assis, terra em que viveu São Francisco. Desencarnou em São Vicente, (SP) em 19 de fevereiro de 1972. Foi pensador cristão notável do século XX, filósofo, teólogo, místico, cientista. Formado em Direito e em Música na Universidade de Roma. Estudou a fundo filosofia, teologia, línguas, religiões. Poliglota, falava fluentemente italiano, inglês, francês, alemão, espanhol e português. Mergulhou com afinco no estudo de diferentes correntes de pensamento. Portador de Cultura invejável, autor de inúmeras obras, adotando uma visão espiritualista e universalista. Autor dentre muitas obras de “A Grande Síntese”, na qual buscou esclarecer questões fundamentais relacionadas à Ciência e ao Espírito.
NOTA: No ano de 1963, José Herculano Pires assumiria atitude enérgica em relação às pretensões e críticas de Pietro Ubaldi à obra da Codificação Espírita. O fato deu-se por ocasião do Sexto Congresso Espírita Pan-americano, realizado em outubro de 1963, em Buenos Aires. Ubaldi enviara ao congresso uma tese (vide o Libro del Sexto Congreso, p. 296-304, editado pela Confederação Espírita Panamericana em 1964). A comissão redatora dos anais do VI Congresso Espírita Pan-americano (congresso presidido pelo filósofo Humberto Mariotti) respondeu às críticas e pretensões de Pietro Ubaldi nos mesmos termos de Herculano Pires. (maiores detalhes ver http://www.vinhadeluz.com.br/site/noticia.php?id=1306)

No dia 11 de novembro, Henrique Magalhães aceita representar a UEC junto ao Conselho Federativo Nacional.
(E/D) José Borges e Henrique Magalhães, patrícios portugueses 

No dia 15 de dezembro ocorre a Assembleia Geral que elege a diretoria da UEC para o biênio de 1952 a 1953.

1952
No dia 1º de janeiro a nova diretoria da UEC toma posse para o biênio de 1º de janeiro de 1952 a 31 de dezembro de 1953. José Borges é reeleito presidente e Celso de Freitas Vice. Orlando Borges é tesoureiro da Mocidade Espírita Cearense.
Celso de Freitas
Em 27 de janeiro recebe uma circular da Confederação Espírita Argentina.


A cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte sedia o 2º Congresso de Mocidades Espíritas do Norte e Nordeste do Brasil.

No dia 10 de novembro a Casa de Saúde Antônio de Pádua é reconhecida como de Utilidade Pública Estadual.

1953
Na 25ª reunião da diretoria da União Espírita Cearense do dia 25 de janeiro Manuel Coêlho da Silva assina sua última ata referente a reunião de diretoria do dia 11 de janeiro, onde informa que vai se ausentar da UEC por tempo indeterminado para cuidar da sua saúde. Manduca era o 1º tesoureiro, vaga ocupada pelo Cap. Justino.
Manuel Coelho da Silva

No dia 29 de agosto, José Borges juntamente com outros espíritas funda o Jardim Evangélico Bezerra de Menezes.
No dia 13 de dezembro José Borges dos Santos é reeleito pela 2a vez presidente da U.E.C para o biênio 54/56, Manoel Anselmo da Silva é o vice.
                   Manoel Anselmo da Silva
1954
No dia 1º de janeiro a nova diretoria da UEC toma posse para o biênio de 1º de janeiro de 1954 a 31 de dezembro de 1956.

Fundação do Centro Espírita Cristão Emmanuel na cidade Boa Viagem, interior do Ceará no dia 13 de maio de 1954.

No dia 19 de dezembro é fundado o Departamento de Infância e Juventude da UEC - DIJUEC, seu primeiro presidente é Francisco Carlos de Oliveira.
Francisco Carlos ao centro, vê-se ainda a esquerda Mário Kaúla e a sua frente Orlando Borges

1955
Nos dias 22, 23 e 24 de julho ocorre em Fortaleza, sob a coordenação do DIJ da UEC, a IIIa Confraternização de Mocidades Espíritas do Norte e Nordeste do Brasil.
Mesa Diretora no Encerramento da III Confraternização de Mocidades Espíritas do Norte e Nordeste.
Do centro para a direita temos: José Borges dos Santos (Presidente da União Espírita Cearense)
General Celso Freitas (Presidente do Centro Espírita Cearense)
Agadyr Teixeira Torres (Diretor do Depto. de Juventude da FEB)
Major Antônio Leite (Presidente do Hospital Nosso Lar)
Ismael Ramos Neves (Representante das Mocidades de Minas Gerais)
Vista Parcial do Auditório nobre da Escola Normal no encerramento da
III Confraternização de Mocidades Espíritas do Norte e Nordeste.
A cerimônia de encerramento ocorreu as 20 horas do dia 24 de julho de 1955 com a presença de inúmeras autoridades políticas, imprensa falada e escrita; presidentes de sociedades espíritas e público de espiritistas e admiradores da Doutrina dos Espíritos.
Sessão plenária no auditório da União Espírita Cearense e as delegações do Norte e Nordeste do Brasil.


1956

Dia 7 de janeiro, a UEC se faz representar por Henrique Magalhães, na Reunião Ordinária do Conselho Federativo Nacional da FEB no Rio de Janeiro, capital do Brasil.

No início de abril circula o Jornal A Voz do Alto.







Dos dias 15 a 22 de abril ocorre a 1a Confraternização de Mocidades Espíritas do Ceará sob o patrocínio do GEAP (ver programação no Jornal A Voz do Alto de abril).

NOTA: Mocidade Espíritas presentes:
Mocidade Espírita Auxiliadores dos Pobres
Mocidade Espírita Antônio de Pádua
Mocidade Espírita Jesus Nazareno
Mocidade Espírita Viana de Carvalho
Mocidade Espírita Semeadores do Bem
Mocidade Espírita Francisco de Assis

Mocidade Espírita Aurora Redentora

No dia 3 de agosto a UEC é declarada de Utilidade Pública Estadual.

De 27 de setembro à 3 de outubro ocorre a Ia Confraternização de Centros e Grupos Espíritas do Ceará.

No dia 19 de outubro a UEC é declarada de Utilidade Pública Municipal.

José Ferreira Motta por imposição do seu estado de saúde renuncia a direção da Casa de Saúde Antônio de Pádua e passa a presidir o Conselho Deliberativo.

Em dezembro José Borges dos Santos é reeleito pela 4a vez presidente da U.E.C para o biênio de 57/58.

1957
No dia 1º de janeiro a nova diretoria da UEC toma posse para o biênio de 1º de janeiro de 1957 a 31 de dezembro de 1958.

No dia 26 de fevereiro desencarna Secundino Ferreira Passos aos 73 anos.

No dia 18 de Abril é realizada na Praça José Bonifácio uma grande conferência proferida por José Elias Correia em homenagem ao 1º Centenário de lançamento de O Livro dos Espíritos.
 Fachada do Quartel da Polícia Militar na Praça José Bonifácio em 1955 e atualmente.

De 14 a 21 de julho ocorre a 2a Confraternização de Mocidades Espíritas do Ceará.

1958
No final do mês de maio, a UEC recebe uma delegação de confrades espíritas argentinos liderados por Juan Antonio Durante que iriam participar da IVª Confraternização de Mocidades Espíritas do Norte e Nordeste do Brasil, em Teresina - Piauí. Na ocasião a comitiva argentina convida Francisco Carlos de Oliveira para participar no mês de julho do 1º Congresso Juvenil Espírita da Argentina em Buenos Aires.
NOTA: Juan Antonio Durante foi um destacado médium, orador internacional , tradutor, escritor e dirigente espírita argentino. Na década de 1950 integrou-se a “Confederación Espiritista Argentina” participando do Agrupación Juvenil “Manuel Porteiro”. E da Federación Espírita Juvenil Argentina (FEJA). Fundou a Instituição Espírita “Juana de Ángelis”, de Buenos Aires, e foi Presidente durante vários períodos, e como Presidente Honorário até sua desencarnação. Foi Secretário Geral e Vice-presidente da Confederación Espiritista Argentina. Participou da fundação do Conselho Espírita Internacional (CEI), Durante mais de 50 anos, percorreu o mundo realizando conferencias, cursos e seminários, em mais de 400 cidades de 45 países.

De 09 a 13 de julho a UEC participa da IVª Confraternização de Mocidades Espíritas do Norte e Nordeste do Brasil, em Teresina - PI.
(E/D) Orlando Borges e Divaldo Pereira Franco
(E/D) Orlando Borges, Francisco Blumm, sentado Francisco Carlos e em Pé ao lado José Alves Filho
(E/D) Orlando Borges e Mário Káula
(E/D) Casais Mário Kaúla e Rita Bandeira e Orlando Borges e Veleida Bezerra

Francisco Carlos de Oliveira como diretor do DIJUEC viaja na 2ª quinzena de julho para participar do 1º Congresso Juvenil Espírita da Argentina em Buenos Aires, quando recebe uma placa de homenagem do Agrupacion Juvenil Espírita “Manoel S. Porteiro”.

Em dezembro José Borges dos Santos é reeleito pela 4a vez presidente da U.E.C para o biênio de 59/60.

1959
No dia 1º de janeiro a nova diretoria da UEC toma posse para o biênio de 1º de janeiro de 1959 a 31 de dezembro de 1960.

De 12 a 19 de julho ocorre a 3a Confraternização de Mocidades Espíritas do Ceará.

No dia 15 de novembro é fundada a Federación Espirita Juvenil Argentina – FEJA que é uma instituição que agrega os jovens espírita argentinos, pertencentes as sociedades espíritas filiadas a Confederación Espirita Argentina.






No dia 4 de dezembro desencarna José Feliciano da Silva, poucos dias antes de completar 90 anos.

CRÉDITOS:
Pesquisa elaborada por: André Luiz Bezerra Borges dos Santos
Créditos das imagens:
Arquivo Pessoal
Arquivo GEAP
Memórias do Espiritismo, Luciano Klein Filho
Web: Google

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DR. EDSON QUEIROZ E AS CIRURGIAS ESPIRITUAIS EM FORTALEZA

ESPIRITISMO E O ISLAMISMO - PARTE 1

JORMESP NO GRUPO ESPÍRITA AUXILIADORES DOS POBRES